15 de outubro de 2013

Cadastro dos pescadores artesanais pelo Parque Estadual da Lagoa do Açu


Data de inclusão -15/10/2013
Atendendo ao estabelecido no seu decreto de criação, o Parque Estadual da Lagoa do Açu – Pelag – iniciou, esta semana, o cadastro dos pescadores artesanais do Norte Fluminense.
O Pelag protege um dos mais ricos e bem preservados remanescentes de vegetação de restinga do Estado do Rio de Janeiro, além de áreas úmidas como a Lagoa do Açu e o Banhado Boa Vista.
O cadastramento serve, não só para tirar as dúvidas existentes, como também para estreitar o contato da equipe do parque com os pescadores.
Compareceram aproximadamente 68 pescadores no primeiro dia de cadastro, solícitos e confiantes. Esse quadro foi bem diferente da época em que a equipe do parque chegou à região, recebida com queixas, reclamações e desconfiança em relação ao trabalho do Inea.
Hoje o entendimento pela maioria dos pescadores é que, graças ao Inea, existe água na área do parque o que resulta em aparecimento de peixes, como acontecia antigamente.
Os nossos técnicos do parque estão empenhados em conseguir realizar os trabalhos relativos à Unidade de Conservação e, ao mesmo tempo, ganhar a confiança e credibilidade da população local. Frutos estes, que já estão sendo colhidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua contribuição ou opinião sobre a postagem acima:
* ruim
** razoável
*** boa
**** muito boa
***** excelente